Determinação experimental da temperatura ideal de laminação a quente para aço baixo carbono, microligado ao vanádio e manganês

Autores

  • Emerson Fernandes da Cunha

Resumo

Este trabalho tem por objetivo avaliar o comportamento de um aço de baixo carbono, microligado ao vanádio e manganês, no que tange a sua resistência à deformação a quente, possibilitando a tomada de decisão, quanto a temperatura ideal para a laminação a quente, em bloco laminador específico. Em laboratório, para observar o comportamento desse aço (BC-Mn-V) na deformação a quente, utilizou-se a máquina de ensaio Gleeble 3500™, para a construção das curvas de tensão-deformação, alongamento e temperatura, em relação à tensão máxima e à redução de área. Os aços microligados aumentam sua resistência mecânica, por meio da formação de carbonetos, nitretos ou carbonitretos, em parte, dificultando o processo de conformação. Determinar o intervalo de temperatura, em que seja possível a laminação a quente e que esteja fora da formação desses precipitados, é buscar uma condição econômica para o processo industrial. Esse intervalo é definido experimentalmente neste trabalho.

Downloads

Publicado

2018-08-22

Como Citar

da Cunha, E. F. (2018). Determinação experimental da temperatura ideal de laminação a quente para aço baixo carbono, microligado ao vanádio e manganês. Revista Liberato, 17(28), 189–202. Recuperado de http://revista.liberato.com.br/index.php/revista/article/view/539